Vamos rever?


Vamos rever alguns posts que fizeram sucesso aqui no blog?


A blogosfera é imensa... E numa coisa eu e você certamente concordamos: é difícil acompanhar tudo o que é postado, não é mesmo? Há muito conteúdo interessante, mas o nosso tempo é tão escasso... Sempre perdemos alguma coisa que poderia acrescentar algo positivo ao nosso dia a dia.

Então, convido você a rever alguns posts que vão despertar seu interesse em manter os ambientes organizados. Nas próximas semanas, vou republicar os posts mais pedidos aqui no blog. Você não vai ficar de fora, certo?

Vamos começar? Clique no link e aproveite o conteúdo: Arrumado é diferente de organizado?

E continuamos "trocando figurinhas".

Beijos!

5 produtos para organizar seu escritório


Manter o escritório organizado é fundamental para que o local se torne agradável e suas atividades sejam produtivas. Papéis, livros, revistas, folhas soltas, canetas, lápis, borrachas e outros artigos de papelaria são itens que, pela sua natureza, podem gerar desorganização.

Para que a bagunça não se instale ao seu redor, o mercado oferece boa variedade de produtos organizadores, que têm dupla função: também são decorativos. Hoje, mostrarei alguns produtos Dello, que considero bem interessantes para esse propósito e, sobretudo, lindos!


1. Organizador de gavetas


Comece pelas gavetas. Canetas, lápis, réguas, clips, pilhas, apontadores, borrachas e outros itens pequenos geram desordem, se estiverem misturados. Utilize organizadores de gavetas e mantenha os itens agrupados por categoria. Isto facilita na hora de procurar, especialmente objetos pequenos.

Organizador de gaveta Dello

2. Caixa tripla de correspondência


Existem caixas simples, duplas ou triplas. Acho a tripla bem interessante. Você pode usar uma divisória para as entradas, ou seja tudo o que você recebeu e precisa tomar alguma ação: ler, fazer, analisar, etc. A outra para as saídas, ou seja, o que já foi resolvido por você e precisa sair da sua mesa para ser encaminhado a pessoa. A terceira divisória é para os assuntos que você já tomou uma ação, mas que estão aguardando um retorno de terceiros, portanto precisam aguardar o seguimento.

Caixa tripla de correspondência Dello

3. Porta-revistas ou porta-livros


É mais fácil manusear revistas e livros quando eles estão organizados no sentido vertical. Utilize porta-revistas para acomodá-los. Eles facilitam a consulta e a reposição na mesma ordem, seja ela por assunto, título, alfabética ou outra que você tenha atribuído. Porta-revistas transparentes conferem leveza ao conjunto.

Porta revistas Dello

4. Caixas organizadoras


A bagunça também não pode habitar a estante ou o armário. Caixas com tampa são ideais para itens maiores e podem ser identificadas com etiquetas para facilitar na organização. Veja estas, com assinatura de Romero Britto.

Caixa Romero Britto Dello na prateleira

5. Pastas com elástico


Papéis soltos geram muita bagunça, impedindo que você localize facilmente o que procura. Procure separar os assuntos que estiver manuseando por interesse e guarde-os em pastas com elástico, que também podem ficar em porta-revistas.

Pastas Romero Britto com elástico


Como você percebe, a organização deve ser ser sua parceira e pode andar de mãos dadas com a beleza. Ou seja,  além de organizado, seu ambiente pode também ser lindo e agradável.

Quem não gosta, não é mesmo?

Beijos, até o próximo post.


Como organizar-se para elaborar o TCC


Temido pela maioria dos estudantes de graduação e de pós-graduação, o trabalho de conclusão de curso - TCC costuma gerar angústia, estresse e cansaço. Para elaborá-lo com sucesso, o estudante precisa dedicar boa parte do seu tempo à atividade e concentrar os seus esforços para cumprir os prazos estipulados.

Formatura

Eu estou concluindo um MBA em Gestão de Projetos, portanto, em fase de elaboração do TCC e achei oportuno compartilhar com você algumas dicas para organizar esta atividade. 

1. Pense no tema com antecedência


Todo TCC parte de um tema. Procure definir o seu tema tão cedo quanto possível, para que você tenha tempo hábil para a pesquisa, entrevistas, visitas técnicas e leitura da bibliografia. Pensar com antecedência lhe trará mais segurança e domínio sobre o assunto, fazendo com que o trabalho avance mais rápido.


2. Reúna e leia a bibliografia


Por mais que domine o tema ou que ele seja objeto de sua atividade profissional, você não sabe tudo. Ler livros para entender o que pensam os diversos autores sobre o tema é fundamental para você construir a sua linha de pensamento e avançar com "autoridade" sobre o assunto.

Ler a bibliografia

3. Organize um ambiente adequado para os seus estudos


O local de estudos deve ser agradável, bem iluminado, ter uma mesa bem posicionada, com espaço suficiente para acomodar seu computador ou notebook, os livros e o restante do material de consulta.

Este local  será seu ponto de apoio nos meses em que durar o trabalho e você deve ficar sozinho, concentrado. Peça aos familiares para que não o interrompam.

Canto de estudos


4. Isole as interferências


É difícil manter-se concentrado num mundo tão conectado, mas, é necessário. Se quer ver o seu TCC render, desligue o televisor e o celular e, principalmente, desconecte-se das redes sociais. Desabilite as notificações e esqueça o mundo virtual, pelo menos, por um tempo determinado.

Estudar


5. Faça pausas


Estudar por várias horas seguidas é cansativo e faz o seu rendimento cair. Portanto, quando sentir necessidade, faça pausas. Cinco ou dez minutinhos são fundamentais para você recuperar as energias e recomeçar com mais entusiasmo.


6. Reserve um tempo para o lazer


Sim, você precisa estudar, mas precisa relaxar. Reserve um período da semana para alguma atividade agradável, que funcione como uma recompensa pelas horas de estudo e dedicação. Caminhar num parque, tomar um sorvete, sair com os amigos, enfim, algo que seja interessante para você.


Toda a dedicação conduz a um bom trabalho. Faça a sua parte e colha os resultados.

Noivas a caminho


Maio é considerado o mês das noivas. E essa não é uma verdade absoluta, porque as estatísticas indicam que há mais casamentos em dezembro do que em maio. Porém, o mês de maio é mais tradicional para as noivas.


Sem contar que as festas de dezembro (Natal, Ano Novo) e as várias comemorações de encerramento do ano que embarcam nessa carona (da escola, do clube, corporativas, etc.) acabam ofuscando um pouco o brilho de uma cerimônia tão importante como  o casamento. Enfim, eu não me casei em maio e nem em dezembro (casei em outubro), mas, se tivesse que escolher um destes dois meses, certamente me casaria em maio.

E os preparativos para o casamento incluem uma série de atividades, dentre as quais, a organização do também tradicional chá de panela.

Vamos reler um post sobre o chá de panela que foi bastante acessado aqui no blog? Então, clique aqui e leia a história do chá de panela. Tenho certeza de que você vai gostar.

E não deixe de compartilhar este post com a prima, a irmã, a amiga ou a próxima noiva da lista. Mesmo que elas planejem casar em qualquer outro mês do ano, que não seja maio e nem dezembro.

Bom fim de semana.

6 conceitos que aprendi ao ser mãe


Eu não tenho a menor dúvida de que ser mãe me tornou uma pessoa mais completa. Deus me confiou a missão de conceber, criar e educar dois filhos (sem esquecer do pai deles, é claro). O dom da vida é divino e transcende a compreensão humana. Por isso, considero a missão tão importante.


E o que aprendi com a maternidade? Infinitas coisas. Hoje, vou dividir com você 5 conceitos:

1. O significado da expressão "amor incondicional"


Ser mãe é viver um amor que não pode ser medido, pesado ou quantificado. É conjugar o verbo amar em todos os tempos verbais. O amor maternal é dedicação pura, intensa e suficientemente forte para fazer o coração bater fora do peito. Filhos são pequenos pedaços de suas mães. Mães não esperam nada em troca e seu amor cresce sempre mais, a cada dia que passa. 

2. A colheita depende da semeadura e do cultivo


O futuro se constrói no presente, com determinação, dedicação, trabalho árduo, com exemplos, com ensinamentos, com esperança e fé. A colheita é simplesmente o resultado da semeadura e do cuidado que dedicarmos ao cultivo. A maternidade me ensinou isso, pois hoje começo a colher o resultado daquilo que procurei semear em meus filhos, quando eram crianças. O que você planta hoje, inevitavelmente, colherá no futuro.

3. Persistir e tentar outra vez é privilégio dos fortes e determinados


Sabe aquele momento em que a vida parece andar na contramão, as coisas dão errado e dá vontade de largar tudo e ir morar bem longe? Sim, muita gente já passou por ele. Eu também. Mas a maternidade me mostrou que mães persistem sempre, que é privilégio dos fortes e dos determinados persistir e tentar mais uma vez.


4. Organização é fundamental


Somente a organização me possibilitou conciliar todos os meus papéis: de mãe, de esposa, de filha, de dona de casa, de Secretária Executiva, de Personal Organizer e de blogueira. Ufa! E ainda acho que faltam alguns... A organização multiplica o meu tempo e simplifica minhas rotinas. Para uma mãe, organização é fundamental.

5. A aplicação de fórmulas matemáticas


Matemática nunca foi a minha disciplina escolar preferida. Mas a maternidade me ensinou a multiplicar as alegrias numa fórmula exponencial. A dividir as dificuldades, a subtrair as tristezas e a adicionar um colorido todo especial à minha vida.

6. O sentido da palavra gratidão


Aprendi a ser grata pela missão que recebi e que cumpro tentando oferecer o melhor de mim. E, ao tentar oferecer o melhor de mim, torno-me o melhor de mim, embora eu esteja bem distante da perfeição.

Sim, sou uma pessoa mais feliz e completa ao fazer a escolha de ser mãe.

Feliz dia das mães!



Google+ Followers

Fique por dentro das novidades

Cadastre seu endereço de email e receba diretamente todas novidades!

Termos de uso


O compartilhamento de conteúdo autoral do blog é permitido, desde que esteja acompanhado do nome da autora - Sonia Hecher, Personal Organizer e do nome do blog www.ambienteorganizado.com.br em local visível.

Segundo a Lei 9.610/98, a violação de direitos autorais é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal.

Saiba mais sobre os Termos de uso e a Política de privacidade do Blog Ambiente Organizado.