Como reaproveitar o material escolar


Final de férias é também tempo de preparar o material escolar.

Que tal reaproveitar o que sobrou do ano passado? Esta é uma forma de incentivar adultos e crianças a terem atitudes de preservação ambiental e redução do consumo. Reciclar, reutilizar e customizar o que se tem casa é, portanto, muito apropriado.

Reaproveitar o material escolar


Outro bom motivo é a economia que podemos fazer. O início do ano é marcado por gastos extras com férias, IPVA, IPTU, uniforme... melhor nem lembrar de tudo!

Uma boa sugestão para as crianças é marcar uma espécie de oficina de reaproveitamento e customização dos materiais escolares. Reunir os amiguinhos e coleguinhas para exercitarem sua criatividade e trocarem experiências é um ótimo programa para este finalzinho de férias.

Para isso, sugira que as crianças juntem os materiais do ano anterior, bem como sobras de papel, adesivos variados (que custam baratinho), folhas avulsas e coloridas que tenham em casa, cola, tesoura, régua, etc.

Garanto que a criançada vai se divertir bastante e adorar o resultado. Eles terão materiais personalizados e com a aparência renovada. 

Eu adoraria participar de uma oficina dessas!


Criança cortando papel

Caso o seu pequeno estudante tenha grande expectativa de ganhar materiais novos ou mais caros, negocie: proponha comprar apenas o que realmente for necessário, ou então apenas um caderno e algum outro material novo e, em troca, ele deve reutilizar o restante.

Aqui vão algumas dicas práticas:

Lápis de cor: apontá-los e higienizá-los com álcool resulta num conjunto perfeitamente reaproveitável. Se estiverem descasdados, pode-se usar uma tira de papel adesivo para cobrir o dano.


Apontar os lápis de cor

Borrachas: passar um pano com álcool vai deixá-las com aspecto de novas.

Apontadores: esvaziar o reservatório e limpar com álcool melhora o seu aspecto. Um pequeno adesivo pode torná-lo um objeto personalizado.

Réguas, compassos, canetas e todos os outros materiais também devem ser higienizados.

Cadernos: Sua reutilização resolve também outro problema, pois cadernos inteiros pesam e ocupam muito espaço nos armários. Para guardar as anotações do ano anterior, a sugestão é destacar as folhas preenchidas. Devidamente recortadas ou refiladas, elas podem ser agrupadas e presas por uma simples ferragem plástica. Faça uma capa de identificação e pronto.

O espaço que esse material ocupará será bem menor do que se fossem arquivados os cadernos inteiros, muitas vezes com várias folhas em branco sobrando. E isso vale para os cadernos grandes e pequenos.


Ferragem plástica para arquivo

Se as capas dos cadernos estiverem rabiscadas, é só encapar novamente, colar uma folha colorida na parte interna, aplicar uma figurinha ou forrar com papel adesivo, o que dá um excelente resultado. 


Caderno reaproveitado

Quanto aos estojos, eles podem ganhar roupagem nova com um simples adesivo, um fuxico, um botão, um chaveiro ou algum outro detalhe inusitado.

As pastas e os fichários também ganham cara nova com adesivos.


Customização de pastas com adesivos

Por fim, o item mais caro: as mochilas. Elas devem ser higienizadas com cuidado e se houver algum reparo a fazer, solicite um orçamento ao sapateiro ou à costureira de sua confiança. Às vezes, é apenas um pequeno detalhe que necessita de conserto. Aqui, também vale usar a criatividade para customizá-las.


Mochila escolar

A sugestão de reaproveitar o material escolar também se estende aos adultos. Mas se você julgar oportuno comprar todos os itens novos, não deixe de doar o que sobrou a quem precisa mais do que você ou seus filhos. Um gesto que vai fazer a diferença para alguém, com certeza.

Boa oficina!

0 comentários. Comente também :

Postar um comentário



Google+ Followers

Fique por dentro das novidades

Cadastre seu endereço de email e receba diretamente todas novidades!

Termos de uso


O compartilhamento de conteúdo autoral do blog é permitido, desde que esteja acompanhado do nome da autora - Sonia Hecher, Personal Organizer e do nome do blog www.ambienteorganizado.com.br em local visível.

Segundo a Lei 9.610/98, a violação de direitos autorais é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal.

Saiba mais sobre os Termos de uso e a Política de privacidade do Blog Ambiente Organizado.