6 dicas para a organização de medicamentos


Um dos mandamentos básicos da organização diz que deve haver um lugar para cada coisa e cada coisa deve permanecer no seu lugar. Mas isso nem sempre ocorre...  

Com relação aos medicamentos, não é raro encontrarmos remédios espalhados por todos os cômodos da casa, sobre balcões, cômodas, dentro de gavetas, em prateleiras e misturados com outras categorias, como maquiagem, documentos, material de escritório e até ferramentas.

Remédios

Então, vou dividir com você algumas dicas de organização específicas para os seus medicamentos:

Dica nº 1: Mantenha só o básico em casa.


Lugar de medicamentos é nas prateleiras da farmácia da esquina. Isso mesmo: mantenha uma quantidade mínima de remédios em casa. Com exceção daqueles de uso contínuo, que você ou algum familiar necessite, mantenha pouca variedade em estoque. Tenha um kit de primeiros socorros e alguns medicamentos básicos, como analgésicos, antitérmicos, digestivos ou algum outro que considere importante, não mais do que isso. Em caso de necessidade, você certamente consultará um médico e comprará o que for receitado no momento. Evite a automedicação.

Dica nº 2: Fique atento com a validade.


Medicamentos vencem rapidamente. Eis o motivo pelo qual você deve manter apenas o básico em casa. Medicamento parado e vencido é dinheiro perdido.

Medicamentos vencidos

Dica nº 3: Separe o que é de uso diário do que vai para o estoque.


Mantenha uma cestinha, uma caixa ou um recipiente à vista para armazenar os medicamentos de uso diário, que devem ficar em suas respectivas caixas, com a bula, a identificação do horário e do modo como devem ser administrados. 

Os medicamentos de estoque deve ficar juntos, porém, em local diferente daqueles de uso diário. Guarde-os numa caixa, numa maleta ou num gaveteiro identificado, e não misture outras categorias, como citei acima (maquiagem, documentos, papelaria, etc.). 

Maleta para remédios

Gaveteiro para remédios

Dica nº 4: Cuide das condições de armazenamento.


Umidade, calor e claridade podem comprometer a formulação dos medicamentos.  Portanto, eles não devem ser armazenados em banheiros ou cozinhas. Coloque-os em local próprio, fresco e ao abrigo da luz e do calor. Se você mora num local muito quente, considere a possibilidade de armazená-los numa caixa de isopor ou numa maleta térmica.

Dica nº 5: Mantenha-os longe das crianças.


Isso é básico, mas é bom lembrar: se houver crianças na casa, os remédios devem ficar inacessíveis a elas, para evitar alguma ingestão acidental. Afinal, remédios não são "balinhas ou suquinhos".


Ursinho dodói

Dica nº 6: Tenha cuidado no descarte.


Não jogue medicamentos na pia, no ralo, no lixo comum ou no vaso sanitário. Eles podem contaminar o meio ambiente, isso é muito sério.

O descarte correto deve ser feito nos postos de recolhimento, disponíveis em farmácias, hospitais e unidades básicas de saúde. Eles darão o devido encaminhamento.


Isso é cuidado, isso é organização. Espero que tenha gostado das dicas.

Até o próximo post. Não esqueça de curtir e compartilhar.

0 comentários. Comente também :

Postar um comentário



Google+ Followers

Fique por dentro das novidades

Cadastre seu endereço de email e receba diretamente todas novidades!

Termos de uso


O compartilhamento de conteúdo autoral do blog é permitido, desde que esteja acompanhado do nome da autora - Sonia Hecher, Personal Organizer e do nome do blog www.ambienteorganizado.com.br em local visível.

Segundo a Lei 9.610/98, a violação de direitos autorais é crime previsto no Artigo 184 do Código Penal.

Saiba mais sobre os Termos de uso e a Política de privacidade do Blog Ambiente Organizado.